cases‎ > ‎

lojão do brás


Perfil

www.lojaodobras.com.br

- Cadeia de lojas voltada para o comércio de cama, mesa e banho, decoração, roupas e acessórios (bolsas, cintos, carteiras e bijuterias).

- Cada loja conta com mais de oito mil itens diferentes. 

- Emprega aproximadamente 1.200 funcionários durante períodos de pico nas vendas.

“Sempre soube que o segredo do sucesso é confiar nas pessoas, não se faz nada sozinho” 

Valdemar Bessa Filho -  Proprietário da Lojão do Brás


A empresa no mercado 

A cadeia de lojas Lojão do Brás, formada por 16 amplas unidades de negócio concentradas na capital paulista e no Grande ABC, destaca-se pela variedade de artigos oferecidos, preços populares, quantidade de clientes e qualidade das suas instalações. 

Operando desde seu início com o conceito de loja de vestuário popular e oferecendo preços extremamente competitivos, a Lojão do Brás abriu seu caminho ao sucesso em pouco tempo neste mercado onde a competição e a competência são regras de sobrevivência do negócio.

Seus pontos de venda, por definição estratégica da administração desta rede de lojas, são todos localizados em imóveis próprios, com acesso direto à rua (as chamadas lojas de calçada), e contam com várias comodidades incomuns para este segmento, como rede wi-fi, lan house, fraldário, e em algumas, inclusive, franquias de redes de restaurantes e fast-food para atender a clientela dessas lojas enquanto realizam suas compras.





“É muito gratificante poder oferecer produtos de qualidade para as classes emergentes, cujas conquistas são sempre concretizadas com muito esforço”, salienta Andréia Bessa, diretora de marketing da Lojão do Brás

O fluxo médio é de 100 mil clientes mês/loja, porém é ainda maior em sua loja principal, a Lojão do Brás do Largo da Concórdia, cujo afluxo supera os 150 mil/mês, dentro de seus 5.000 m² de área construída.

A evolução positiva e segura dos negócios está impulsionando esta cadeia de lojas a promover o aumento do seu número de pontos de venda e reformas para ampliação dos já existentes, aliado a manutenção e ampliação dos investimentos em tecnologia, para garantir a melhor performance de seu parque informático e o maior aproveitamento das facilidades oferecidas por seu sistema integrado de gestão empresarial.


Desafio propostos à Bematech

As metas de crescimento da cadeia de lojas Lojão do Brás encontravam-se limitadas pela estrutura operacional desalinhada com a evolução experimentada por seu próprio sucesso empresarial: desde sua fundação até 2004 esta cadeia de lojas não possuía sistemas informatizados, realizando todos os controles manualmente.

A situação vivida era de extremo desconforto: em algumas ocasiões, principalmente durante a época de vendas no fim de ano, os empregados chegavam a ser orientados a suspender as vendas pela incapacidade de dar vazão ao movimento nos terminais de caixas e no empacotamento dos produtos vendidos.

Para mitigar esta situação, foram implantados sistemas informatizados para levar agilidade e segurança aos seus processos, mas ainda aquém do necessário para estabelecer a sincronia entre a vontade de expandir o negócio e as condições tecnológicas para consegui-lo sem sobressaltos.

Esta situação resultou na busca por um sistema que garantisse o controle dos processos de forma ágil, transparente e interligado: estava dada a largada para a contratação de um sistema ERP.

Este sistema teria que ser moderno, estável, que demonstrasse um desempenho acima da média, fosse robusto e maleável para atender a expansão da rede de lojas, e que operasse inteiramente web e na nuvem (cloud), para superar barreiras geográficas, reduzindo investimentos em hardware, e apresentasse resposta as demandas em tempo real.

Também necessitaria ser ágil, transparente, operação simples e com help-desk eficiente e rápido, capacidade para tratar um grande volume de transações diárias com qualidade e segurança no tratamento dos dados em todas as etapas do processo.

Outros fatores condicionantes foram a necessidade do controle total sobre o fluxo de recursos da Lojão do Brás, a automação e integração de todos os seus processos e acesso aos dados coletados e tratados em tempo real.

Além destes, também seria necessário que o sistema fosse capaz de atender as alterações do regime tributário nacional, e adequar-se às exigências legais nos prazos exigidos com rigor.



Superação dos desafios

Durante dois anos seguidos, a diretoria da empresa procurou no mercado um sistema integrado de gestão empresarial que melhor atendesse às suas peculiaridades, necessidades e dispersão geográfica, e a escolha recaiu sobre o Sistema Integrado de Gestão Empresarial Bematech Varejo.

Desde o primeiro trimestre de 2012 a cadeia de lojas utiliza este sistema de gestão que possibilita a sua expansão ordenada e contínua, atendendo à todas as suas peculiaridades, e que foi moldado à sua regra de negócio: atender bem a uma clientela numerosa, com volume de transações acima da média do mercado e agilidade na realização de negócios.

Para que a implantação ocorresse de forma gradual e segura, o Bematech Varejo atendeu à um elenco de prioridades da Lojão do Brás, iniciando pelo módulo Frente de Loja, onde foi desenvolvido um processo de conferência cega no terminal de caixa, fotos dos produtos apresentados e interface do caixa com visual de site, e inclusive a disponibilidade para que pudesse também trabalhar off-line. 

Dentro desta estratégia ajustada com a diretoria da Lojão do Brás, atualmente oito lojas da cadeia já estão operando com o Bematech Varejo, e em breve a implantação se estenderá para as outras unidades de negócio da empresa.


A realidade atual

“Hoje o cliente pega a peça etiquetada, vai direto ao caixa e já sai com a mercadoria na mão” Valdemar Bessa Filho, proprietário da Lojão do Brás

Esta afirmação demonstra que a Bematech conseguiu seu objetivo: aportou ao cliente a solução que necessitava, demonstrando compromisso e implantando soluções inovadoras de gestão.

Isto permitiu à cadeia de lojas tranquilidade para projetar sua expansão de forma ordenada e segura, pois estão amparadas por uma solução que permite centrar o foco em seus negócios, possibilitou o aperfeiçoamento de seus processos gerenciais, organizacionais e de controle, tornando-os muito mais ágeis, dinâmicos e eficientes. 

O Bematech Varejo promove a exposição das informações em tempo real, sem necessidade de utilização de onerosos links de internet, a integração dos diversos módulos e sua interação com as diversas instâncias de gestão da empresa, a fidelidade e a segurança dos dados tratados, sempre empregando tecnologia de última geração.

Suas lojas são amplas, com forte identificação visual, localizadas em ruas e avenidas de centros comerciais voltados para o vestuário, acessibilidade fácil e capazes de suportar a afluência de um público superlativo, ávido por consumo, consciente do valor de seus recursos financeiros e exigente quanto ao bem estar e a agilidade no atendimento.

Hoje a cadeia de lojas está preparada para alçar voos mais altos, e pela capacidade de seu corpo gerencial, alcançará os patamares desejados em menor tempo que o imaginado.





História da empresa

A história da cadeia de lojas Lojão do Brás e sua trajetória de sucesso têm uma coluna mestra: Valdemar Bessa Filho.

Nascido em Alto Santo, pequena cidade na região do Baixo Jaguaribe, Ceará, Valdemar sempre teve vocação para o comércio; ainda jovem, ali montou um pequeno armazém de secos e molhados, vendendo principalmente produtos de primeira necessidade oriundos da região: algodão, cera de carnaúba, feijão, arroz, além de tecidos e confecções, artigos que comprava na capital paulista.

Após inúmeras viagens a São Paulo, concluiu que o futuro que buscava estava na  metrópole paulistana; lá iniciava-se uma nova etapa em sua vida empresarial.
Montou sua primeira loja em 1982 na Avenida General Carneiro, no centro da capital, que tinha o nome de Loja Iracema; em seguida outra, na Avenida Rangel Pestana, mas foi em 1989 que inaugurou sua primeira grande loja, com 980 m² de área construída.

Em 21 de outubro de 1995 inaugura sua primeira Lojão do Brás, em imóvel adquirido das Casas Bahia e situada no Largo da Concórdia, bairro do Brás, já então considerado um dos maiores centros de comércio de vestuário da América Latina.

O nome surgiu das conversas com seu contador, baseado no fato de que não havia na época nenhuma loja de maior tamanho no Brás neste ramo de comércio: estava assim criada a marca e também se estabelecia um conceito novo de varejo na região.

“Cliente, para mim, mesmo estando equivocado, ele está certo, e eu prego esta postura a todos os que fazem a Lojão do Brás” - Valdemar Bessa, proprietário da Lojão do Brás