software‎ > ‎módulos‎ > ‎administrador‎ > ‎manuais‎ > ‎

Administração e configuração do agendador de scripts

Introdução

O processo "Agendador de scripts" é uma ferramenta que permite que o administrador do sistema crie agendamentos no Engine para a execução de scripts.

Nesse manual será explicada a utilização do processo para a criação de agendamentos.

Objetivo

Criar agendamentos para que scripts possam ser executados automaticamente pelo Engine.

Estrutura do guia

A estrutura conceitual dos assuntos abordados nesse guia é:

  • Pré-requisitos
  • Fluxo Operacional
    • Nome
    • Id
    • Status
    • Prox Execução
    • Hr Prox Execução
    • Período
    • Script VFS
    • Script URI
    • Parâmetros
    • Pré-Requisito
    • Usuário
    • Habilitado
    • Progresso
    • Última Execução
  • Principais Relatórios

Pré-requisitos

Toda configuração deve ser realizada no Engine que executará o agendamento.

Buscando um alinhamento conceitual, voltado para a nomenclatura básica do Sistema UNUM, sugerimos a leitura dos itens abaixo:

Fluxo Operacional

Ao entrar no processo é exibida uma grade contendo a lista de todos os agendamentos configurados no Engine.

Para acompanhar o manual aconselhamos a mudança de visão da grade para o modo formulário.

Considerando que o objetivo é criar um agendamento, nesse manual vamos explicar todos os campos da grade e como funcionam. Após isso basta criar um novo registro nesta grade configurado da maneira que atenda ao seu objetivo.

  • Nome - Define o nome do agendamento. Ex. Atualização dos status dos clientes.
  • Id - É um identificador único gerado automaticamente e usado internamente pelo sistema.
  • Status - Mostra como o agendamento se encontra no momento. Existem 3 status possíveis:
    • Executando - O script agendado está em execução.
    • Abortando - Por algum motivo o script foi abortado no meio da execução. Esse status indica que o sistema está parando a execução do script.
    • Parado - O script não está em execução.
  • Prox Execução - Indica a data de quando será a próxima vez que o script será executado de acordo com esse agendamento.
  • Hr Prox Exec - Indica o horário de quando será a próxima vez que o script será executado de acordo com esse agendamento.
  • Período - Mostra a periodicidade em que esse agendamento irá entrar em ação.
    • Hora, Data, Dia do mês, Dia da semana - Estas caixas são dependentes do Período, de acordo com o valor definido nele, elas serão habilitadas. Ex. Caso o Período seja definido como Diário apenas a caixa Hora será habilitada.
  • Script VFS - Script que será executado quando o agendamento for ativado.
  • Script URI - URI do script. Esta caixa deve ser ignorada caso o script já tenha sido definido em Script VFS.
  • Parâmetros - Definição dos parâmetros que serão levados ao script. Eles devem ser declarados da seguinte forma: nome="valor". Ex.:

    idade="14"
    nome="João"
    cidade="Fortaleza"
    
  • Pré-requisito - Caso esse agendamento dependa de que um outro seja finalizado anteriomente, o campo Id desse outro agendamento deve ser inserido nesse campo.

  • Usuário - O último usuário a alterar esse agendamento. Esse campo é de preenchimento automático.
  • Habilitado - Define se o agendamento está ativo. Se esse campo não estiver marcado o agendamento não será executado.
  • Progresso - Agrupamento que contém os campos que mostram as informações sobre o progresso do agendamento e sobre as últimas execuções.
  • Última execução - Agrupamento que contém campos que mostram informações sobre a última execução do agendamento.
    • Sucesso - Campo preenchido automaticamente desmontrando se a execução do script ocorreu com sucesso.
    • Resultado - Caso o script possua algum valor de saída, esse será mostrado nesse campo. Assim como a exceção caso ocorra algum erro.