software‎ > ‎módulos‎ > ‎administrador‎ > ‎manuais‎ > ‎

Cadastro de bases

Prefácio

O Sistema tem um cadastro para as suas bases de dados internas e externas. Este cadastro, entre outras utilidades, nos permitirá ter um maior controle e segurança no fluxo de atualização entre as bases de dados. Por exemplo, para se enviar o produto CUSTOM de uma base ORIGEM para uma base DESTINO, será necessário que, no cadastro de bases da base DESTINO, a base ORIGEM esteja cadastrada na classe "Internas". Abaixo segue uma explicação sobre o local e procedimento para o cadastramento de uma base.

Funcionamento

O cadastro encontra-se em Admin > Atualização > Bases de dados. Toda nova classe, relatório ou processo recebidos em uma base permanecem sem permissões, ou seja, ficam "invisíveis" para todos. Isto quer dizer que as novas permissões precisam ser criadas explicitamente. Abaixo segue as permissões que precisam ser criadas para o funcionamento do cadastro Bases de Dados:

- Permissões "Ver", "Inserir", "Alterar" e "Excluir" para as classes e suas filhas:

  • Raiz > Dados > Sistema > Relações > Relações entre Cadastros > Relações entre bases de dados e servidores
  • Raiz > Dados > Sistema > Tabelas Auxiliares > Papéis das bases de dados
  • Raiz > Dados > Sistema > Engines
  • Raiz > Dados > Sistema > Bases de dados
- Permissão "Ver" para o processo:
  • Raiz > products > Admin > modules > Admin > Atualização > Bases de dados
Na grade "Bases de Dados", ao se clicar no botão para inserir um novo item, será solicitado o endereço do servidor que se deseja cadastrar. O servidor precisará estar online e “visível” pelo engine em uso no momento da criação do cadastro. Neste momento, caso o servidor a ser cadastrado sirva mais de uma base, será apresentada a lista de bases para que uma seja selecionada. Caso o servidor seja de apenas uma base de dados, ela será automaticamente utilizada.

Uma vez determinada a base de dados, o ID e o código da base serão automaticamente preenchidos e não poderão ser alterados. Na sequência, o usuário cadastrador deverá confirmar se este é um cadastro de bases internas ou externas. Isto deve ser feito através do campo classe. Existe também o campo nome, que é de livre preenchimento pelo usuário. Este é um nome amigável e deve, em poucas palavras, definir um nome para a base cadastrada. No fim do cadastro, existe uma grade detalhe de uso importante. Ela deve conter o(s) engine(s) que serve(m) aquela base e seu preenchimento é opcional para bases externas e obrigatório para bases internas. O cadastro de engines está disponível em Admin > Redes e computadores > Engines.