software‎ > ‎módulos‎ > ‎administrador‎ > ‎manuais‎ > ‎

Customização

Introdução

O Sistema UNUM possui o conceito de customização, que possibilita aos clientes desenvolver estruturas de dados, processos e relatórios próprios. Para isso, o cliente deverá receber uma chave negativa custom.

Objetivo

Criação, no engine, de códigos customizados, que se integram à base de código do Sistema UNUM.

Estrutura do guia

A estrutura conceitual dos assuntos abordados nesse guia é:

  • Fluxo Operacional
    • Conceito do produto custom
    • Habilitando a base de desenvolvimento para criação de chaves custom
    • Habilitando a customização
    • Criando registros no produto custom

Fluxo Operacional

Conceito do produto custom

Os processos, relatórios e demais funcionalidades do Sistema UNUM são divididos em produtos (i.e.: financeiro, frente de loja, etc.). Cada produto possui uma faixa de chaves negativas. Dessa forma, é possível identificar a qual produto uma chave pertence, verificando a faixa da qual faz parte.

Para distinguir os códigos, classes e registros custom dos demais produtos do Sistema UNUM, existe um produto chamado "custom". Esse produto também possui uma faixa de chaves negativa, o que permite que todo o código e os dados customizados de um cliente possam ser levados de uma base a outra.

Habilitando a base de desenvolvimento para criação de chaves custom

Para que um usuário possa criar códigos no produto custom de uma base, é necessário habilitá-lo no processo de customização. Esse processo se localiza em UNUM > Admin > Customização > Configuração. Adicione os usuários que estarão habilitados a criar códigos ou registros custom na grade "Usuários que podem criar chaves Custom".

Importante: a customização deve ser habilitada apenas em uma base de dados, sendo sugerida a base de desenvolvimento. Ao habilitar uma base para desenvolvimento custom, certifique-se que todas as demais bases estão com a customização desabilitada. Caso outra base tenha sido empregada para o desenvolvimento custom, é importante que ocorra um upgrade completo do produto custom para a nova base que será empregada para o desenvolvimento custom. O motivo para essa exigência é para evitar que a nova base utilizada no desenvolvimento custom consuma chaves já utilizadas na base anterior. Caso essa exigência não seja cumprida, haverá um sério risco de colisão e duplicidade de chaves custom quando o código e as classes custom forem integrados em uma mesma base.

Habilitando a customização

Através do processo Habilitar é possivel habilitar ou desabilitar a customização da base de desenvolvimento. Caso o usuário não esteja habilitado para criação de chaves negativas esse processo irá redirecionar o usuário para a grade de configuração de usuários.

Criando registros no produto custom

Uma vez habilitado, o desenvolvedor terá uma nova opção no menu "Tools" da IDE. Para que novos códigos e classes sejam criados no produto custom, o desenvolvedor deve selecionar esse produto em Tools>License to create keys.

Note que essa configuração vale apenas durante a sessão do usuário na IDE. Ao abrir a IDE novamente, para continuar criando código custom, o desenvolvedor deve realizar esse procedimento normalmente.

Para criar registros custom no Web Framework, utilize o processo localizado em Desenvolvimento > Definir licença para criação de chaves. Ao selecionar o produto custom e clicar em confirmar, todos os registros criados até a finalização da sessão do usuário logado (ou até que se selecione e confirme outro produto) pertencerão ao produto custom. Assim como na IDE, isso deve ser refeito a cada sessão quando se deseja criar registros custom.