software‎ > ‎módulos‎ > ‎financeiro‎ > ‎manuais‎ > ‎Manual Módulo Financeiro‎ > ‎

02 Cadastros

Cadastros Específicos do Financeiro

Bancos

O cadastro de bancos é responsável por relacionar todos os bancos a serem utilizados no cadastro de pessoas, disponíveis ou títulos. O mesmo está localizado em Financeiro > Cadastro > Aux Bancos > Bancos.

Na ilustração abaixo, o usuário verá os campos a serem preenchidos neste cadastro. São eles:
  • Código: codificação padrão do banco segundo o Bacen;
  • Nome: descrição do banco;
  • Código de Compensação: código de compensação do banco, segundo informação do Bacen.
O Sistema UNUM já traz o cadastro atualizado de acordo com o Bacen – Banco Central.



Mudando a visão de cada registro, conforme mostra a figura abaixo, teremos a “Grade de Código dos Tipos de Documento”. O preenchimento dessa grade deve ser realizado pelo usuário quando o mesmo necessitar realizar configuração para remessa de arquivo via EDI e emissão de boletos.


Agências Bancárias

O cadastro de agências deve ser realizado para relacionar todas as agências por banco. Para efetuar o cadastro das agências o usuário deve acessar o processo em Financeiro > Cadastro > Aux Bancos > Agências Bancárias.

O usuário verá uma tela, na qual terá de informar as seguintes informações:

  • Banco: código do banco da agência;
  • Código: código da agência no banco, com o dígito verificador, se existir;
  • Nome: nome da agência bancária;
  • Localidade: nome da cidade desta agência.

Tipos de Contas Bancárias

No cadastro Tipos de Contas Bancárias devem ser cadastrados os tipos de contas usadas pelos bancos, com a codificação adotada por estes. Para efetuar este cadastro, deve-se acessar o processo Financeiro > Cadastro > Aux Bancos > Tipos de Contas Bancárias. Neste cadastro, o usuário deve informar:
  • Código: codificação do tipo segundo instrução do banco em seus manuais;
  • Nome: descrição detalhada do tipo da conta no banco.


Disponíveis

O objetivo deste cadastro é o de relacionar todas as modalidades de disponíveis usada pela empresa, dentre as quais: caixas, contas correntes, aplicações, mutuo entre empresa, etc.

Obs.: recomendamos que antes de efetivar este cadastro, o usuário tenha montado previamente os seguintes cadastros: estabelecimento, locais de escrituração, centros de custo.

Para efetuar o cadastro dos Disponíveis, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Disponíveis.

Este cadastro está sub-dividido em sub-pastas e cada uma delas indica um agrupamento inferior. Conforme o tipo de disponível que o usuário deseja criar, deverá selecionar, na grade Classe, a pasta adequada segundo a natureza do disponível a cadastrar. São campos padrões para preenhcimento os seguintes:

  • Código: informe um código resumido para identificar o disponível no cadastro;
  • Nome: informa a descrição detalhada do disponível no cadastro;
  • Estabelecimento: informe a qual estabelecimento este disponível está vinculado;
  • Loc Escrituração: informe a qual local local de escrituração este disponível;
  • Obs.: a identificação do estabelecimento e do local de escrituração é fundamental para fins de identificação da existência ou não de mutuo nas operações financeiras e para a correta identificação do movimento na contabilidade.
  • Fone, Fax, Email, Home-page, Comercial, Responsável: estas informações servem como identificação geral do contato que a empresa mantém com o banco, caso sua pasta corresponda a qualquer natureza de disponível relacionada com operação bancária.

Se o usuário estiver selecionando a pasta Contas Correntes Bancárias, deverá preencher também os seguintes campos:

  • Pessoa Associada: indique a pessoa, pertencente ao agrupamento “Banco” a que o disponível está vinculada para fins de geração automática de um título a pagar, quando o processo exigir tal operação;
  • Comp: código de compensação do banco, segundo a informação do Bacen;
  • Banco: código do banco, segundo a codificação do Bacen;
  • Agência: numeração da agência bancária;
  • Conta: número da conta corrente
Mudando a visão do registro, teremos a grade aberta com mais detalhes, onde constam os campos acima comentados.

Carteira de Cobrança

O objetivo desse cadastro é agrupar os títulos da mesma Carteira com sua situação de comportamento e posse, permitindo assim o acompanhamento do status de cobrança ou de pagamento dos títulos da empresa. Para efetuar o cadastro da Carteira de Cobrança, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Carteira de Cobrança.

Este cadastro é sub-dividido em sub-pastas. Algumas destas são padrões do sistema e outras são criadas conforme a necessidade da empresa.



Todas as carteiras de cobrança devem ser criadas pelo usuário, conforme a regra de negocio da empresa.

São campos solicitados pelo cadastro de carteira de cobrança:
  • Código: informe uma descrição resumida para identificação da carteira;
  • Nome: informe uma descrição detalhada da carteira;
  • Estabelecimento: informe um estabelecimento ao qual a carteira esteja vinculada, se necessário;
  • Loc Escrituração: informe um local de escrituração ao qual a carteira esteja vinculada, se necessário;
Se o usuário selecionar a pasta de carteira "Carteira de Serviços Bancários", deverá informar campos complementares, se trabalhar com emissão de Edi bancário ou emissão de boleto de cobrança.
  • Conta Corrente: selecione a conta corrente na qual se efetivará os depósitos bancários, em caso de utilização de Edi de cobrança, ou a conta corrente de pagamento, em caso de Edi de pagamento;
  • Numerador para o Boleto: selecione o numerado de boleto a ser usado para empressão de boletos de cobrança pela empresa;
  • Carteira no Banco: informe a carteira de cobrança a ser usada na impressão dos boletos, quando realizada pelo banco;
  • Carteira Boleto: informe a carteira de cobrança a ser usada na impressão dos boletos, quando realizada pela empresa;
  • Campo uso Banco Boleto: Informe o valor a ser apresentado no campo "Uso do Banco" nos boletos impressos para esta carteira;
  • Instruções para Boleto: informe a redação a ser impressão do boleto.

Feriados

No cadastro feriados, devem ser cadastrados todos os feriados que influenciem na data de correção dos títulos. 

Para efetuar o cadastro dos feriados, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Feriados. 

Para cada registro de feriado, o usuário deve indicar:

  • Feriado: informe a descrição do feriado;
  • Data: informe a data completa do feriado, com dia, mês e ano;
  • Uf: informe a unidade da federação, se o feriado for estadual;
  • Localidade: informe o município, se o feriado for municipal;



Este cadastro será fundamental para correção de títulos que tenham vencimentos nestes feriados, fazendo com que haja uma correção automática para o próximo dia útil.

Não existe nenhuma obrigatoriedade de cadastramento prévio de feriados, porém o sistema não reconhece o cadastramento posterior à sua data nem realizada após a criação de títulos com vencimento na data de feriado. Portanto, para que este seja considerado para a correção automática de títulos, deverá ser feito com antecedência.

Tipos de Documentos

O cadastro dos tipos de documentos tem por finalidade identificar o documento usado numa operação. No módulo financeiro, são utilizados os cadastros de tipos para título e para movimentação de disponível. Vários destes tipos de documentos são disponibilizados pelo sistema de forma padrão.


Tipos de Documentos de Títulos

Para efetuar o cadastro dos tipos de documentos para títulos, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Tipos de Documentos > Tipos de Documentos de Títulos.




Na emissão do CF-e-SAT, deverá ser indicado obrigatoriamente, em campo próprio, o código do meio de pagamento empregado na sua quitação, conforme abaixo:
  • código 01: Dinheiro; 
  • código 02: Cheque;
  • código 03: Cartão de Crédito; 
  • código 04: Cartão de Débito;
  • código 05: Crédito Loja;
  • código 10: Vale Alimentação; 
  • código 11: Vale Refeição; 
  • código 12: Vale Presente; 
  • código 13: Vale Combustível; 
  • código 99: Outros.
No cadastro de tipos de documentos de títulos este código deverá ser informando no campo "Código de pagamento SAT", onde esta informação preencherá a tag cMP (código do meio de pagamento) do XML da venda.

Tipos de Documentos de Movimentações de Disponíveis

Na pasta de tipos de documentos de movimentações de disponíveis, devem ser cadastrados todos os tipos de documentos que serão utilizados na baixa de títulos e transferência de disponíveis.

Para efetuar o cadastro dos tipos de documentos de disponível, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Tipos de Documentos > Tipos de Documentos de Movimentações de Disponíveis.



Layouts de Cheque

O cadastro do Layouts de Cheque tem por finalidade configurar a impressão do cheque pelo sistema UNUM. Esse Layout pode variar conforme cada banco.

Para efetuar o cadastro do Layouts de Cheque, o usuário deve acessar Financeiro > Configurações e Manutenções > Rotinas e Manutenção e Rotinas de Pos-Upgrade > Layouts de Cheque.

Se houver necessidade de o usuário alterar as configurações existentes em qualquer dos layouts existentes, o usuário deverá criar outro registro do original, via duplicação, e fazer a modificação somente no novo registro. Recomendamos criar o registro duplicado com chave custom na base D para posterior migração para as demais bases. No novo registro de configuração, somente deve ser modificado o conteúdo do campo "Layout XML".

Parâmetros Financeiros


O cadastro do Parâmetro Financeiro visa organizar em um processo mais simples todas as configurações para as condições de negociação, como carteira, taxas de administradora de cartão, percentual de juros e multa etc.
Para configurar o cadastro dos Parâmetros Financeiros, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Parâmetros Financeiros.

Ao clicar no campo "Nome" da grade Classe, o sistema exibirá as duas classes: “Parâmetros Financeiros” e “Parâmetros Financeiros de Condições de Terceiros”, conforme imagem abaixo.


A utilização destas pastas está esclarecido abaixo:

  • A classe “Parâmetros Financeiros” é utilizada para as condições de negociação que não envolve cartão de terceiros, como por exemplo: Duplicata, Boleto, Cheque, etc.;
  • A classe “Parâmetros Financeiros de Condições de Terceiros” é indicada para as condições que geram títulos tipo CC (Cartão de Crédito) e CD (Cartão de Débito)
Ao inserir um novo registro neste cadastro de Parâmetros Financeiros, o usuário deve informar alguns campos, abaixo detalhados.

No Cabeçalho
  • Código: informe uma codificação resumida para identificar o objetivo deste cadastro;
  • Nome: informe uma descrição detalhada do objetivo deste cadastro;
  • Classe: é a classe selecionada pelo usuário na grade Classe;
  • Classe do Título: infome a classe do título que será gerada no financeiro. Esta classe indica se o o título gerado será a receber ou a pagar;
  • Carteira do Título: informe a carteira de cobrança padrão que será usada para a criação dos títulos. Este campo permite apenas uma única seleção;
  • Percentual de Juros ao Mês: informe o percentual mensal de juros que será gravado em todos os títulos criados por este parâmetro financeiro. Este campo não é obrigatório e poderá ficar sem preenchimento;
  • Percentual de Multa ao Mês: informe o percentual mensal de multa que será gravado em todos os títulos criados por este parâmetro financeiro. Este campo não é obrigatório e poderá ficar sem preenchimento;
  • Tolerância em Dias a Menos para Vencimento: informe uma tolerância para ateração de data de vencimento dos títulos criados por este parâmetro. Esta tolerância indica que o vencimento pode ser modificado em X dias para menos, conforme informado;
    • Obs.: nas condições de cobrança existe um campo chamado "Limite Dias Antes Vencimento" para algumas modalidade de condições que possui o mesmo objetivo. Se informado neste campo, ele prevalecerá sobre a informação genérica do parâmetro financeiro.
  • Tolerância em Dias a Mais para Vencimento: informe uma tolerância para ateração de data de vencimento dos títulos criados por este parâmetro. Esta tolerância indica que o vencimento pode ser modificado em X dias para mais, conforme informado.;
    • Obs.: nas condições de cobrança existe um campo chamado "Limite Dias Após Vencimento" para algumas modalidade de condições que possui o mesmo objetivo. Se informado neste campo, ele prevalecerá sobre a informação genérica do parâmetro financeiro.
  • Dias de Prazo: O preenchimento desse campo vai definir, para aquelas condições que geram apenas um título (uma parcela), normalmente condição que usam o tipo de parcelamento que unifica parcela, como: pela administradora, que o vencimento do título será 'X' dias após a emissão. Caso não seja preenchido, o parâmetro vai considerar que o vencimento do título nas condições citadas anteriormente é à vista.
  • Início: Data a partir da qual o Parâmetro Financeiro entrará em vigor;
  • Fim: Data a partir da qual o Parâmetro Financeiro não estará mais em vigor. Se não for preenchido, o Parâmetro Financeiro ficarão em vigência por tempo indeterminado, até que se estabeleça uma data fim.
Na Grade Condições de Negociação
  • Classe da Condição de Negociação: selecione uma classe de condições, caso deseje que todas as condições desta classe seja utilizadas pelo parâmetro financeiro;
  • Condição de Negociação: selecione apenas uma condição de negociação dentre as disponíveis;
  • Classe da Operação: o usuário deve selecionar "Gasto" ou "Renda" de acordo como que ele tiver informado no cabeçalho no campo "Classe do Título" . Importante ressaltar é que dentro do mesmo parâmetro financeiro, deve-se indicar a mesma classe da operação em todos os registros.
    • Obs.: o usuário deverá, no preenchimento dos registro desta grade, informar ou uma classe da condição ou um registro de condição. Caso haja necessidade de se informar mais de uma classe ou registro de condição, deverá inserir outras linhas nesta grade.
  • Pessoa: se informado uma pessoa no registro, o sistema interpretará que a classe ou condição selecionada se aplicará somente para esta pessoa;
  • Início: Data a partir da qual o a Condição de Negociação para o Parâmetro Financeiro entrará em vigor;
  • Fim: Data a partir da qual Condição de Negociação não estará mais em vigor para o Parâmetro Financeiro que o mesmo está vinculado. Se não for preenchido, a Condição de Negociação ficarão em vigência por tempo.

Veja na imagem abaixo um exemplo de configuração genérica. Nesse caso, estou informando que todas as condições de negociação que estão dentro da classe “Condições de Negociações Financeiras dos Pedidos”, cuja classe de operação seja “Gastos” vão gerar títulos cuja classe é “Tit Pag” e estarão guardados na carteira “Cart Simples”, tendo sua dada de início 01/01/12.


Configurando as Condições que se enquadram na classe “Parâmetros Financeiros de Condição de Terceiros”

No caso dos “Cartões de Crédito” e “Cartão de Débito”, a configuração deve ser feita de forma individual, e em seguida criada para cada condição seu “Estorno”, ou seja, os Parâmetros Financeiros devem ser feitos para as condições “CC” e “CD” separadamente, e em seguida criado um novo Parâmetro Financeiro específico para o Estorno, cuja classe de operação seja “Gastos” que vão gerar títulos da classe “Tit Pag”. O restante funciona da mesma forma descrita no capítulo anterior.

Escolha a classe “Parâmetros Financeiros de Condições de Terceiro” e clique em 

Como já foi explicado no exemplo anterior o preenchimento dos outros campos, iremos nos ater a grade “Tabela de Taxas”.

Preenchimento dos Campos: 

  • Tipo de Parcelamento: informe o tipo de parcelamento que será utilizado na condição para venda. O tipo de parcelamento IATA é especifico de transação que permite as companhias aéreas cobrar taxa de embarque sem ser taxada neste valor, e a cobrar uma entrada, tornando possível o recebimento de valor superior ao valor da parcela do primeiro pagamento.

    o    O tipo de parcelamento é definido na Condição de Negociação. É importante observar as regras de cada cartão, porém, por padrão, deve ser seguido a seguinte configuração:

    o    Sendo somente 1 (uma) parcela, o tipo de parcelamento é “Pela Administradora” no caso de vendas efetuadas pelo TEF. Caso exista a opção de vendas pelo POS, é necessário criar o tipo de parcelamento também “Pelo Estabelecimento”.  Logo, se a empresa utiliza tanto o TEF quando o POS para efetuar vendas em cartão de crédito, é necessário criar dois registros na grade da “Tabela de Taxas”, sendo uma “Pela Administradora” e a outra “Pelo Estabelecimento”.

    o    A partir da 2 (segunda) parcela, o tipo de parcelamento é definido pelo contrato com a administradora de cartão.

  • Tipo de Documento: informe o tipo de documento do título que será utilizado na condição para venda. Ex: Caso a configuração que está sendo realizada se aplique a cartão de crédito, escolha o tipo CC.
  • Parcela Inicial: escolha a quantidade parcelas inicial que será utilizada na aplicação da taxa correspondente ao registro; 
  • Parcela Final: escolha a quantidade parcelas final que será utilizada na aplicação da taxa correspondente ao registro; 
  • Taxa (%): digite aqui o valor, em % (percentual), da taxa de administração descontada pela administradora de cartão. Os títulos que se enquadrarem dentro desse parâmetro sofrerão desconto de acordo com a taxa digitada nesse campo;
  • Tipo Arredondamento: defina o tipo de arredondamento utilizado pela administradora para tratar dos valores com mais de 2 (duas) casas decimais. São duas opções: arredonda ou trunca. Neste caso, o cliente da UNUM deverá avaliar a forma como que mais se enquadra a cobrança das administradoras;
  • Taxa Transação: informe aqui a taxa cobrada por cada transação efetuada com estes parâmetros financeiros. Caso a operação gere algum tipo de taxa além da taxa de administração preencha esse campo;
  • Pessoa do Título: preencha nesse campo a pessoa do título que irá obedecer a esse parâmetro. A pessoa do título deverá ser da classe administradora, é com a ajuda deste campo que o sistema consegue fazer um vínculo entre a condição de negociação e o parâmetro. 
  • Carteira do Título: preencha aqui a carteira em que o título será gravado. A carteira do título deverá ser da classe Carteiras de Cobrança de Crédito e Débito;
  • Validade Inicial: indique aqui a data em que esse parâmetro passará a valer;
  • Validade Final: indique aqui a data em que esse parâmetro deixará de valer. Deixá-lo em branco significa que não possui data final de validade definida.

 

Veja na imagem abaixo um exemplo de configuração de parâmetro. No primeiro parâmetro da grade estou definindo que:


Caso a pessoa do título seja “Visanet”, onde o parcelamento esteja entre 1 a 10 parcelas, estabelecida a taxa de administração de 4% e que os títulos sejam gravados na carteira “Carteira Visanet”. Será gerado um título tipo “Tit Rec”. 

Observe que na grade “Condições de Negociação” consta a condição de negociação “CC 1X Visa” e “CC Visa 10x com Juros”, de modo que a parametrização buscará todas as condições de pagamento que estão guardadas dentro dessa condição de negociação. Também foi definida a classe de operação “Rendas”.


Veja na imagem abaixo um exemplo de configuração de Parâmetro de Estorno, para o caso mostrado anteriormente.

Como a pessoa do título é “Visanet”, sugerimos criar um novo parâmetro com o mesmi nome e incluir ao final o nome “Estorno”. A única particularidade no cadastro desse parâmetro de estorno é que o tipo do título deve ser “Tit Pag”.

Na grade “Condições de Negociação” incluir as mesmas condições de negociação “CC 1X Visa” e “CC Visa 10x com Juros”, definindo a classe de operação “Gastos”.

As mesmas informações utilizadas no exemplo anterior devem ser inseridas na grade “Tabela de Taxas”.



 

Cadastros para Numeração de Cheques/Boletos

Será estudado neste capítulo os cadastros necessários para se conseguir numerar cheques ou boletos pelo sistema. No organograma abaixo, procuramos resumir os principais cadastros envolvidos nesta configuração, quais sejam: computadores, impressoras de documento,  numeradores.


Computadores


O cadastro do Computador deve ser realizado para que o sistema reconheça qual o IP ou nome da máquina que será o controlador da numeração de cheques ou boletos.

O computador que vai demandar a numeração deve está ligado e com o Aplicativo “Iengine” aberto, para que o mesmo possa fornecer a numeração para todos os usuários que demandarem numeração de cheques ou boletos. Este computador deve ter IP fixo. Recomendamos que seja utilizado o servidor da empresa.
Para configurar o cadastro dos Computadores, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Numeradores > Computadores.

Colocando o Cadastro de Computadores em modo ficha, o sistema apresentará diversas informações, dentre elas a grade Impressora de Documentos. Esta grade deve ter indicada também a impressora que servirá para impressão do cheque ou boleto, conforme o caso. O preenchimento desta grade só poderá ser feito após o cadastro da impressora.


Impressora de Documentos


O cadastro de Impressora de Documentos serve definir em qual equipamento será impresso o cheque ou o boleto. Este cadastro está localizado em Fiannceiro > Cadastros > Numeradores.
Num exame superficial deste cadastro, o usuário perceberá que ele amarra informações e vários outros cadastros.
São solicitados os seguintes campos:
  • Código: informe um código resumido para identificação do numerador de cheque ou boleto
  • Nome: informe uma descrição detalhada do numerador;
  • Un: informe a unidade de medida UN;
  • Tipo de Documento: este campo deve ser preenchido com CH (se o cadastro se destinar à impressão de cheque) ou BO ou DP (se o cadastro se destinar à impressão de boleto);
  • Numerador do Documento: informe o numerador de cheque ou boleto, conforme o caso. Este numerador será informado posteriormente, após seu cadastro;
  • Computador controlador: selecione o computador controlador da numeração. Ressaltamos que o mesmo computador controlador pode ser usado para impressão de cheque ou boleto;
  • Nome do Arquivo: informe o nome do arquivo se o usuário deseja fazer teste com impressão em pdf ou arquivo texto. Caso deseje imprimir em impressora, deixe esta campo sem preenchimento.

Após o cadastro da impressora o usuário deve retornar para o cadastro do Computador Controlador e vincular a Impressora de Documentos que acabou de ser cadastrada.

Numerador de Documentos


O cadastro de Numerador de Documentos é responsável em fornecer a seqüência numérica que deve ser utilizada na emissão de cheques ou boletos.

Para configurar o cadastro dos Numeradores de Documentos, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Numeradores > Numerador de Documentos. Após abrir este cadastro, o usuário selecionará, na grade Classe, a pasta "Numeradores de Cheques" ou "Numeradores de Boletos"
, conforme a necessidade.
Em ambos as pastas, são solicitadas as seguintes informações de campos:
  • Código: informe um código reduzido para identificação do numerador;
  • Nome: informe uma descrição que identifique o numerador;
  • Tipo de Documento: informe o tipo BO, DP (para emissão de boletos) ou CH (para emissão de cheque);
  • Computador controlador: selecione o computador controlador da numeração;
  • Último número informado: este campo guarda a informação do último número de cheque ou boleto usado pela empresa. Deve ser preenchido somente depois de gravado o cadastro de numerador e o usuário precisar reiniciar a numeração do numerador. Devemos esclarecer também que esta informação não é dinâmica, isto é, ela não é atualizada automaticamente à medida que o numerador é usado para impressão de cheques ou boletos. O que é visualizado neste campo representa aquilo que foi inserido na última vez que o usuário preencheu.
Se a pasta selecionada for a de boleto, será solicitado também o campo "Local de Escrituração" para preenchimento.


Cadastros para Uso de Cartão de Débito/Crédito

Máquinas e Cartões de Terceiros

No cadastro de Máquinas de Cartões de Terceiros, devem ser cadastradas todas as máquinas de cartão de terceiros que a empresa opera. Após concluir este cadastro, estas devem ser vinculadas com as carteiras e estabelecimentos de cada máquina. 
Para configurar o cadastro das maquinetas de cartões de terceiros, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Aux Operações > Máquinas de Cartões de Terceiros.
Para inserir o cadastro das maquinetas, o usuário deve informar:
  • Código: informe a numeração que a administradora adota para a maquineta;
  • Nome: informe uma descrição de identificação da maquineta na empresa.
Após gravar cada registro, o usuário deve mudar a visão do registro e inserir a informação sobre a carteira, o estabelecimento e a data de início de vigência de uso da maquineta no respectivo estabelecimento. Estas informações devem ser inseridas na grade Vinculos com Careiras e Estabelecimentos.


Cadastros Comuns do ERP

Núcleos

O cadastro de núcleos objetiva indicar a intenção do usuário em realizar controle físico e financeiro sobre a movimentação de um recurso ou apenas controle financeiro. De acordo com sua intenção, deverá configurar alguma de suas sub-pastas: centro de custos e resultado, depósitos.

Para efetuar o cadastro de núcleos, o usuário deve acessar Financeiro > Cadastro > Núcleos.

São campos padrões de preenchimento do cadastro de núcleos:
  • Código: informe um código reduzido para identificar o núcleo;
  • Nome: informe uma descrição detalhada que identifique o núcleo;
  • Classe: indica em qual pasta está sendo criado o novo registro;
  • Loc Escrituração: informe o local de escrituração ao qual o núcleo está ligado. Esta informação é obrigatório para os registros da pasta Depósitos;
  • Estabelecimento: informe o estabelecimento ao qual o núcleo está ligado. Esta informação é obrigatório para os registros da pasta Depósitos;

Recursos

São todos os materiais, produtos, serviços, despesas, receitas, impostos, encargos de folha de pagamento, imobilizados. São usados para controlar, física e financeiramente, os gastos e rendas da empresa. Eles identificam o que está sendo gasto e o que está gerando renda na empresa.
Para efetuar o cadastro de recursos o usuário deve acessar em Financeiro > Cadastro > Recursos.

O cadastro de recursos é sub-dividido em pastas que servem para agrupar os recursos que possuem a mesma natureza. A criação de novas pastas deve ser feito na base D do cliente, com chave custom, e replicada para as demais bases dele.
De acordo com a pasta selecionada deste cadastro, algumas informações adicionais são exigidas no cadastro, para atender alguma necessidade fiscal ou comercial sobre o recurso.
São informações básicas que devem ser indicados pelo usuário:
  • Código: informe um código reduzido para identificar o recurso;
  • Nome: informe a descrição completa que identifica o recurso;
  • Classe: informe a classe na qual o recurso deve ser gravado. Reforçamos a importancia de se cadastrar o recurso na pasta que corresponda à natureza correta do bem, despesa ou receita do recurso. A classificação incorreta desta informação terá impacto negativo no cálculo fiscal, na movimentação contábil e no controle de estoque;
  • Un: selecione a unidade de medida padrão do recurso;
  • Classificação Fiscal: selecione o código NCM do recurso, conforme tabela.

Pessoas


O cadastro de pessoas (Financeiro > Cadastros) é aquele onde o usuário define todas as pessoas que se relacionam com a empresa, sejam elas na condição de clientes, fornecedores, prestadores de serviço, funcionários, usuários, estabelecimentos, bancos, etc. Este cadastro é habitualmente elaborado pelos usuários da área de estoque e financeira e seus dados são compartilhados por toda a empresa.

A estrutura de Pessoas é dividida em sub-classes ou pastas, cuja finalidade é a de agrupar entidades que possuem comportamentos de relacionamento comuns com a empresa. Assim, os fornecedores de serviços são agrupados em uma pasta distinta dos fornecedores de mercadorias, e assim por diante.


Sugestão de Classe de Pedido ou Provisão


Nesse cadastro, são configuradas regras de Sugestão de Classe de Operação para os Pedidos ou Provisões, de acordo com as regras de negócio do cliente. As classes de operações do pedido determinam qual tipo de operação está sendo realizada no sistema, como por exemplo, Compra para Consumo, Compra para Comercialização, Venda de Produto, Venda de Serviço, Transferência, etc. Através da classe de operação, será dado o devido tratamento fiscal e contábil às operações realizadas.

Podem ser definidas inúmeras regras para atender as necessidades de parametrização do cliente, regras genéricas para abranger o maior número de casos, e regras específicas para uma determinada movimentação, de acordo com a necessidade ou característica da operação.
Para efetuar o cadastro de sugestão de classe de pedido ou provisão o usuário deve acessar em Financeiro > Cadastro > Aux Operações > Sugestão de Classe.

Na inserção de uma regra de sugestão, o usuário poderá usar muitas opções de filtragem para oferecer a sugestão de preenchimento da classe do pedido. São oferecidos os filtros: tipo de pedido, nome do recurso, classe de cadastro do recurso, classificação tributária do recurso, nome do núcleo, classe do núcleo, classificação tributária da pessoa, nome da pessoa, classe de cadastro da pessoa, nome do local de escrituração, classe de cadastro do local de escrituração. Após se informar um ou mais elementos de filtragem, o usuário deve informar a classe da sugestão.

Sugestão de Núcleo


Nesse cadastro, são configuradas as regras de Sugestão de Núcleo para os Pedidos ou Provisões, de acordo com as regras de negócio do cliente. Podem ser definidas inúmeras regras para atender as necessidades de parametrização do cliente, regras genéricas para abranger o maior número de casos, e regras específicas para uma determinada movimentação, de acordo com a necessidade ou característica da operação.

Para efetuar o cadastro de sugestão de núcleo o usuário deve acessar em Financeiro > Cadastro > Aux Operações > Sugestão de Núcleo.

Na inserção da regra de sugestão de núcleo o usuário poderá usar vários elementos para filtragem da operação. São os seguintes os elementos de filtragem: classe básica do núcleo, classe do local de escrituração, nome do local de escrituração, classe do estabelecimento, nome do estabelecimento, classe do recurso, nome do recurso, nome da pessoa. Após se definir os elementos de filtragem da operação, o usuário deve informar a sugestão de núcleo.

Funcionários


O cadastro de funcionários (Financeiro > Cadastros) é um processo que permite a inclusão, alteração e exclusão dos funcionários da Empresa.

No cadastro de funcionários é possível informar o historio de admissão e demissão de funcionários. O cadastro de histórico por sua vez não permite informar uma data de admissão e demissão igual a de um cadastro já existente. Nos casos  onde o funcionário ainda é ativo na empresa deve-se informar somente o data de admissão, deixando o campo de data de demissão vazio.