software‎ > ‎módulos‎ > ‎financeiro‎ > ‎manuais‎ > ‎Manual Módulo Financeiro‎ > ‎Guias de Procedimentos‎ > ‎

Guia da Preparação da Remessa do EDI de Impostos


Introdução

Essa guia tem por objetivo orientar os usuários na utilização das principais funcionalidades e procedimentos do módulo de Preparação de Remessa do EDI, a sequência em que é realizada a apresentação busca ser a mais didática e facilitadora possível para as operações do módulo de Preparação de Remessa do EDI.

Este módulo é destinado a realizar a geração do arquivo de remessa do EDI de Impostos.

Neste guia, serão abordadas as funcionalidades do módulo EDI Bancário, para o processo Remessa de EDI de Impostos, bem como sua integração com os demais módulos do sistema UNUM.

Objetivo

O Objetivo dessa guia é orientar os usuários na utilização das principais funcionalidades e procedimentos do módulo de Preparação de Remessa do EDI para Impostos.

Considerando-se a complexidade de um ERP, não serão descritos nesse guia termos introdutórios do sistema.

Fluxo Operacional

No processo de Preparação de Remessa do EDI (Financeiro - EDI Bancário) o usuário deverá realizar o filtro de forma que os títulos correspondente aos impostos sejam exibidos. Os títulos de impostos devem ter tipo condizente com a sua guia de recolhimento, como Darf Normal, Darf Simples, FGTS, GPS, OTM (outros tributos municipais e IPTU), GNRE e ISS. Ou seja, os títulos deverão estar com seu tipo preenchido de acordo com estas opções. Das guias acima, os únicos que exigem preenchimento do código de barras são OTM (outros tributos municipais e IPTU), GNRE e ISS.

Após realizar a pesquisa o usuário poderá utilizar a opção de visualizar apenas a selecionadas para excluir os títulos que não serão preparados para remessa. Os demais títulos devem ser selecionados e ter suas carteiras alteradas e posteriormente clicar no botão gravar. Após este procedimento, deverá ser realizada a pesquisa novamente e na grade de Dados Complementares preencher dois campos: Tipo de Serviço e Forma de Lançamento.

No campo Tipo de Serviço, deverá ser preenchido de acordo com o banco que realizará o pagamento da dívida. No caso de Itaú, por exemplo, utilizar 22.

No campo Forma de Lançamento, deverá ser preenchido o código do imposto. Ou se houver configuração adequada na classe Formas de Lançamentos, o sistema preencherá o campo automaticamente.

Sendo o título referente ao tributo FGTS, o usuário deverá preencher os campos, conforme informação da guia: “Ident. FGTS” e “Código Barras FGTS”, da grade “Dados Complementares de Impostos”. Caso o FGTS tenha lacre de conectividade os campos “Lacres FGTS” e “Díg. Lacre FGTS”, conforme a guia do imposto;

Sendo o título referente à Tributo Federal, com a guia de DARF Normal, o usuário deverá preencher os campos, conforme informação da guia: “Cód. Receita”e “Nr. de Referência”, da grade “Dados Complementares de Impostos”. No caso da guia de DARF Simples, o usuário deve preencher os campos “Cód. Receita” e "Valor Receita Bruta Acum" e "% Receita Bruta Acum". Em ambos os casos, na posição do arquivo de remessa Período de Apuração (no segmento N), do Itaú, CNAB 240, o sistema preenche com a informação: emissão do título

Sendo o título referente à Tributo Previdenciário, com a guia de INSS, o usuário deverá preencher os campos, conforme informação da guia: “Cód. Receita” e “Valor Outras Entidades”, da grade “Dados Complementares de Impostos”.

Feito todos os tratamentos necessários em cada título de tributo, o usuário deverá Gravar essas edições.

O próximo passo será buscar os títulos tratados no processo “Preparação de Remessa do EDI”. Após o preenchimento das variáveis, o usuário deverá buscar as pendências e selecionar os títulos que devem compor a remessa do EDI de impostos. Nesse arquivo de remessa também pode conter títulos para pagamento e títulos de impostos.

Principais Relatórios

Análise de Títulos
Caminho: UNUM > Financeiro > EDI Bancário > Análise de Títulos
Objetivo : Analisar todos os títulos que foram vinculados a remessa do EDI de Impostos.