software‎ > ‎módulos‎ > ‎rest framework‎ > ‎atualizações‎ > ‎

2016.11

postado em 22 de nov de 2016 10:56 por Usuário desconhecido

Publicação Técnica

  • Foi alterada a funcionalidade Servidor HTTP do Engine com a finalidade de tornar o tratamento de requisições ou respostas com conteúdo do tipo application/json mais aderente à especificação RFC 7159. Requisições com o tipo application/json, sem indicativo de charset, passarão a ser consideradas como codificadas em UTF-8. Objetos retornados por ações das controladoras HTTP, antes retornados com tipo "application/json; charset=iso-8859-1", passarão a ser retornados com o tipo "application/json" e serão codificados em UTF-8. Aplicações clientes que se comuniquem com o Engine usando conteúdos do tipo application/json poderão ter que ser revistas casos elas não sigam a especificação RFC 7159. Mais detalhes em http://erp.bematech.com/o-que-fazemos/modulos/rest-framework/manuais/como-utilizar-o-framework-rest/03-acesso-a-dados-e-transformacoes.

  • Foi alterada a funcionalidade Roteador HTTP do Engine com a finalidade de tornar desnecessário o uso da aplicação Node.js erp-engine. Agora as APIs construídas sobre o REST Framework são servidas diretamente pelo Engine. A aplicação erp-engine deve ser desinstalada e substituída por um Engine, ou deve ser utilizada uma instalação existente. Mais detalhes em http://erp.bematech.com/o-que-fazemos/modulos/rest-framework.

  • Foi alterada a funcionalidade JavaScript do Engine com a finalidade de incluir funções ES5 e ES6 compatíveis com o runtime atual. O Engine passa a suportar os seguintes métodos e funções: Array.prototype.forEach, Array.prototype.map, Array.prototype.reduce, Array.prototype.filter, Array.prototype.some, Array.prototype.every, Array.prototype.findIndex, Array.prototype.find, Array.isArray, Function.prototype.bind, Object.keys, Object.assign, JSON.parse, JSON.stringify, Date.now, String.prototype.startsWith, String.prototype.endsWith e String.prototype.includes. A implementação desses métodos está sendo realizada inicialmente via polyfill, mas eles serão implementados nativamente pelo runtime JavaScript em versões futuras do Engine. O uso das funções equivalentes do namespace goog passa a ser desrecomendado. Mais detalhes em http://erp.bematech.com/o-que-fazemos/modulos/engine/manuais/manual-de-desenvolvimento.

  • Foi alterada a funcionalidade Servidor HTTP do Engine com a finalidade de permitir uma configuração centralizada dos Realms HTTP. Agora a configuração do realm é realizada de forma centralizada no diretório "/Configuração/Realms" e nos diretórios onde está localizada a aplicação é realizada apenas uma associação com essa configuração por meio da propriedade "this.realm". Os objetivos desse novo modelo são permitir o uso de realms no roteador HTTP e eliminar uma possível inconsistência quando o mesmo realm era configurado em dois ou mais diretórios com parametrizações distintas e incompatíveis. O modelo antigo de configuração por meio da propriedade de x-class "this.session" continuará sendo suportado, mas é sugerida a sua migração para o novo modelo. Mais detalhes em http://developer.erp.bematech.com/js-api/latest/ngin.http.RealmConfig.html. (por Paulo César Moreno, #12972420)

Comments